Festival de Arte Popular do Alto Tietê 

O Festival de Arte Popular do Alto Tietê teve a sua primeira edição no ano de 2013 e foi criado com a ideia de ser um evento de rua, itinerante e inteiramente gratuito, fazendo uso de ferramentas e equipamentos públicos: teatros municipais, centros culturais, praças e coretos, entre outros espaços, para promover o acesso a arte de forma livre e democrática. É um evento de artes integradas que mistura cultura tradicional e urbana através das várias linguagens artísticas: música, teatro, dança, artes visuais, literatura, audiovisual, fotografia, tradições populares, grafite, hip hop, entre outras.     
Arbertura da última edição 2016 - Espetáculo "Mâe Coragem" com a Escola de Artes AJPS (Foto Mateus Sartori)
Edições - 2013 / 2014 / 2015 / 2016
Cada edição do FAPAT tem planejamento para passar por pelo menos 06 cidades da região do Alto Tietê. Sediado em Mogi das Cruzes, princial parceira do evento, o festival mantém relação de parceria permanente com as cidades de Guararema e Suzano, e já passou também por Arujá, Poá, Biritiba Mirim, Salesópolis, Santa Isabel, Ferraz de Vasconcelos e Itaquaquecetuba. Todas as suas edições foram realizadas através de recursos do ProAC Editais, que junto com a participação das Secretarias Municipais como parceiros, proporcionam a realização de uma grande ação cultural com mais de 30 dias de duração.