GALERIA DE ARTISTAS

ESCOLA DE ARTES AJPS

A AJPS é uma das mais antigas escolas de artes de Mogi das Cruzes, existe desde 1995 no Distrito de Cesar de Souza. Os trabalhos com dança clássica, contemporânea e de rua, e com música e canto, proporcionaram projetar alguns de seus alunos para o profissionalismo, atuando em situações como o Balé Municipal de São Paulo e em produções cinematográficas de alto nível.

CINEMA

Em parceria com o Itaú Cultural serão exibidos os filmes A PAIXÃO DE JL e OUVIR O RIO. Dois títulos produzidos em Mogi das Cruzes serão lançados: A PARTIDA dirigido por Elias Mingoni e MESTRES DAS TRADIÇÕES POPULARES - ALTO TIETÊ, dirigido por Déo Miranda.

TRADIÇÕES POPULARES

A Coroação do Rei do Congo é um ritual que em Mogi das Cruzes ocorre no sábado que antecedo o dia 13 de maio. O reinado de congos de Mogi das Cruzes é composto por 08 grupos tradicionais de Congada, Marujada e Moçambique: Congada Marujada de Nossa Senhora do Rosário, Congada do Divino Espírito Santo, Congada de São Benedito de Cesar de Souza, Congada de São Benedito do Santo Ângelo, Congada de Santa Ifigênia, Moçambique Capela Santa Cruz e Moçambique de São Benedito e Nossa Senhora do Rosário

CIRILO AMÉM

CiriloAmém vem dá reunião de amigos músicos da Zona Leste de São Paulo, que traz o resgate de composições próprias oriundas de outros projetos musicais de cada integrante, para uma leitura mística, intimista e minimalista, dando relevância maior para uma sonoridade simples de instrumentos acústicos e percussivos. Além disso, e com a pretensão de dar nova roupagem para algumas perolas da MPB, em seu repertório dá espaço para interpretações de canções de autores consagrados como ItamarAssumpção

HUDSON LACERDA

Violonista mineiro, especialista em charango, Hudson é compositor de peças que variam entre valsas, choros e o barroco. Recentemente atuou na montagem do projeto Cancioneiro, de Elomar Figueira Melo, sendo um dos escribas e violonista na série de shows feitos pelo país junto com o compositor baiano.

BIG CHARLES AND THE LITLE BIG BAND

A Big Charles And The Litlle Big Band tem como objetivo resgatar a cultura que noutros tem pôs foram grandes sucessos da música popular com novas composições inspiradas nos trabalhos dos anos 60 70 e 80 A banda é formada por Carlos Mello André Luiz Mello Ricardo Vergueiro Díodio Battani Célia Fonseca Flávia Caruso Rafael Pereira

EXPOSIÇÃO CONGADA POPULAR BRASILEIRA

A quinta edição da mostra apresenta o trabalho do fotógrafo Danilo Duvilierz, pelo segundo ano seguido, com temas clicados entre os anos de 2014 e 2015

Pedro Chavedar

Pedro Aguiar Chavedar tem 27 anos, nasceu em Mogi das Cruzes e é formado em Jornalismo pela Cásper Líbero. Atualmente trabalha em uma agência de publicidade e é membro do coletivo fotográfico mogiano Everyday Mogi. A fotografia apareceu quando Pedro estava na universidade com as aulas de Fotojornalismo. Ele nunca foi aquela criança apaixonada pela fotografia. Seu sonho sempre foi trabalhar na redação de um grande jornal.

ELIAS MINGONI

Elias Mingoni, 44 anos de idade. Produtor audiovisual independente desde 1998, nesse período trabalhou como operador de câmera nos longa metragens amador “O Arauto” e “Soldado por Acaso” do diretor Daniel Sampaio. Estudou na escola Senac Lapa curso de Operador de Câmera e Edição Linear em 3 Máquinas. Estagiou na produtora Academia De Filmes, aonde sentiu a necessidade de desenvolver seus próprios trabalhos. Em 2006 escreveu seu primeiro roteiro intitulado “Domingos”.

QUÂNTICA TEATRO LABORATÓRIO

A escolha pela montagem de Medea (I)material representa também uma imersão cíclica `as origens da formação do grupo que em 2004 iniciou seu trabalho com estudos influenciado por textos e pela estética da dança teatro alemã, principalmente. Em 2016, ano em que o grupo completa 12 anos, o autor é mais uma vez responsável pelo texto disparador da montagem do grupo Quântica Teatro Laboratório, por inspirar e desafiar o trabalho do ator/intérprete/performer, pela reflexão política de sua obra.

ESTHER MARCONDES

Bailarina Contemporânea, Atriz, Performer, Arte Educadora, Pesquisadora das Artes do Corpo, Mediadora de Processos em Dança e facilitadora do Método de Dança Materna. Em sua tragetória teve a formação com grandes nomes da Dança Contemporânea Zélia Monteiro, Dudude Herrmann, Sônia Mota, Ismael Ivo, Kenia Dias, Key Sawao, Mariana Muniz. É intérprete – criadora da Cia Fletir de Luís Cury e da Cia Modulus, participou de projetos como Âmbargris na “Mostra de Danças Breves” na FUNART SP.

SENDERO

Grupo de música latina, composto por integrantes das bandas Raíces de América e Tarancon. Em seu repertório canções de compositores latino-americanos: brasileiros, chilenos, argentinos, entre outros.

CIA DO TIJOLO

A Cia do Tijolo nasceu do desejo do ator Dinho Lima flor falar sobre o Poeta Patativa do Assaré. Fundada em 2008, iniciou suas pesquisas abordando a vida e a obra do poeta popular Patativa do Assaré e estudando o pensamento do educador Paulo Freire – das pesquisas, surgiram os espetáculos Cante Lá que eu Canto Cá e Concerto de Ispinho e Fulô. Em 2010, o espetáculo Concerto de Ispinho e Fulô recebeu o prêmio Shell de Melhor Música.

FOGO CORREDOR
CHICO PEDRO

Chico Pedro, flautista chileno, profundo conhecedor das tradições latino-americanas, integrante das bandas Raíces de América e Sendero. Está no Brasil há mais de 30 anos.

ORIKI

Oriki é um grupo musical que se dedica ao estudo dos toques percussivos presentes nas mitologias africanas. Formado por Dani Anjos, Memeu Cabral e Danilo Meireles, o grupo apresentou recentemente o show Todo canto é reza.

GUI CARDOSO

GUI CARDOSO (Músico Violonista, Compositor e Cantor) - Nascido em Jacare(SP), reside em Mogi das Cruzes desde 1996, é músico profissional desde 1999. Estudou violão erudito com Vital Medeiros e Acácio Moreira e violão popular e prática de Choro com Alessandro Penezzi. Também estudou violão popular na Universidade Livre de Música Tom Jobim (ULM). Atualmente possui 11 composições gravadas por outros intérpretes. Em 2002 participou do espetáculo musical "Teatro Vasquez, Sim Senhor".

NINA ROSA

Nina Rosa é cantora e representa a geração de novos talentos do samba, despontando no cenário carioca, nas rodas e palcos, por toda cidade, com altivez, voz marcante e timbre diferenciado. Vive a música desde criança e, em sua trajetória, já dividiu rodas e palcos com Luiz Carlos da Vila, Tantinho da Mangueira, Toninho Geraes, Dorina, Leci Brandão e Nei Lopes. Também é compositora, instrutora de percussão e, no carnaval, arrasta foliões com sua voz pelas ruas da cidade.

Combuca da Judite

A Combuca da Judite é um projeto sócio- cultural que tem como objetivo oferecer uma modesta contribuição para a preservação da cultura mambembe no Brasil, levando: Arte, Cultura e Diversão para regiões não privilegiadas e de difícil acesso a equipamentos públicos destinados a cultura e laser, têm como marco inicial a aquisição de um veiculo Judite- Kombi no ano de 2015, possibilitando o agregamento de diversos atuadores culturais da cidade da região do Alto Tietê.

MARCIO PIAL

MARCIO PIAL HUMORISTA, DANÇARINO, PALHAÇO E ACROBATA ESTUDOU COMEDIA E IMPROVISO NA CASA DO HUMOR SP E PALHAÇO COM BETE DORGAN E MARCOS CASUO DO CIRQUE DU SOLEIL . INTERPRETA O PERSONAGEM PIALITO NO ESPETACULO ” A FITA”. COM JOGOS DE IMPROVISO CRIANDO CENAS E ESQUETES ORIGINAIS , ALÉM DE REPRISAR ALGUNS CLASSICOS DE PALHAÇO , USANDO UMA FITA CREPE E OBJETOS QUE TRAZ EM SUA MALA MISTERIOSA , MISTURA CIRCO, DANÇA, ACROBACIAS E IMPROVISAÇÃO EM UM ESPETÁCULO TOTALMENTE INTERATIVO.

AMARANTOS

Amarantos é um trabalho artístico construído com elementos da música de raiz, tendo a viola como base sonora, sem abrir mão das características urbanas, com arranjos modernos que estão prontos, bem ensaiados e bem arranjados. O cd contará com 10 canções de autoria do músico Dani Dias e fala sobre os encontros da vida, das pessoas, lugares, histórias e sonhos. No contexto do disco, contamos com influências de elementos extraídos da cultura popular: festas de São Gonçalo e ritmos afros.

DÉO MIRANDA

Déo Miranda é cantador enraizado nos folguedos populares, das batidas de cacumbi, do zabumba das folias de reis, das pisadas do samba de pareia, das visões de Artur Bispo do Rosário e de toda a fervura folclórica e artística que existe na forma mais rústica e pura, bem ali, em Sergipe, seu Estado de origem, e no nordeste e em todos os cantos do Brasil. Com essa fórmula fez um som, que não é só raiz e não é só moderno. Universal.

AS MERCENÁRIAS

Com mais de 30 anos de trajetória, As Mercenárias estão novamente a todo vapor e prometem novidades, para imprimir mais uma vez sua digital no cenário do Rock ‘n Roll nacional. A saga da banda post-punk liderada pela baixista Sandra Coutinho, começa no início da década de 80, quando percorreu todos os inferninhos paulistanos, dividindo o palco com a vocalista Rosália Munhoz, a guitarrista Ana Maria Machado e Edgard Scandurra, que atuou como baterista nos primórdios da banda (1982-1986).

Mestre Nico

Mestre Nico é caboclo de lança e trombonista do terno de músicos do Maracatu Cruzeiro do Forte. Percussionista, preparador musical e brincante da cultura popular desde 1984, participou de outras agremiações pernambucanas como Leão de Ouro, Leão Formoso e Cambinda Brasileira (o mais antigo do país). Em 1999 gravou seu primeiro CD, “Loa do Boi Meia Noite”, com a banda Chão e Chinelo (do movimento Manguebeat). Participou do festival Recbeat, em Recife, e dos festivais de Nantes e Cannes, na França.

SAPOPEMBA

O cantor Sapopemba passa pela história da música afrobrasileira através de seus contos e cantos. Com mais de 50 anos de aprendizagem e engajamento nas tradições afrobrasileiras - Candomblés Ketu e Angola, Coco e Samba de Roda - e uma trajetória singular de brincante em Alagoas a caminhoneiro e mestre da cultura popular, Sapopemba traz neste bate-papo musicado suas experiências pelas estradas do Brasil junto de canções e ritmos que permeiam sua memória afetiva.

VALDECK DE GARANHUS

Valdeck é um verdadeiro artista múltiplo, conhecido no Brasil e no exterior: é poeta, artista plástico, arte-educador, ator, compositor, contador de estórias e mestre em Teatro de Mamulengo. Desenvolve esse trabalho do riso com maestria. Com 25 anos de carreira, o artista usa o Teatro de Mamulengos como recurso educacional em escolas, empresas, entidades, nas ruas e praças. Qualquer lugar é bom para o Teatro de Mamulengo.Está entre os melhores xilogravuristas do país.

PALHAÇO CACAROTO

Palhaço Cacaroto: Uma família de palhaços invade a rua. Piruca, sua mulher Rosicréia e seus filhos(as), Duadurim, Lãlana e Lilice. Armam uma grande confusão montando cenas clássicas dos palhaços tradicionais, porém com o toque do Circolo Livre de Atuadores, grupo de teatro-de-rua fundado por Marco Guerra, Henrique Guimarães, Liliana Dalmarco e Sandra Lessa no Fórum Permanente de Cultura que aconteceu em Mogi das Cruzes em 2004 e sacudiu toda a cena artística da Região.

AMAURI FALABELLA

Lançou recentemente o CD Parcerias, com a participação de Fernando Guimarães, Consuelo de Paula, Socorro Lira, Daniela Lasalvia, Kátia Teixeira, entre outros. Amauri Falabella é vencedor do Prêmio Especial do Júri Popular do Festival da Música Brasileira da Rede Globo com a música Brincos, que recebeu 60% da votação, Falabella empunha o violão a viola caipira para cantar temas nos quais acredita e da maneira que gosta.

FERNANDO GUIMARÃES

Cantador, compositor e grande violonista de Poços de Caldas-MG, Fernando Guimarães é um dos herdeiros do movimento musical da Cantoria, parceiro de Vital Farias, com quem divide várias cantigas, e o responsável pela produção do seu primeiro disco.