Casa do Congado e IPHAN Nacional entram na reta final do projeto "Mapeamento e Resgate de Aspectos da Cultura Tradicional de Comunidades Afrodescendentes de Mogi das Cruzes"

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Após dois anos de trabalho, colhendo dados sobre as origens e as tradições do Congado em Mogi das Cruzes, a Casa do Congado finalmente chega ao final dessa jornada que começou em 2013, quando o projeto "Mapeamento e Resgate de Aspectos da Cultura Tradicional de Comunidades Afrodescendentes de Mogi das Cruzes", de autoria do produtor Déo Miranda foi escolhido no edital proposto pelo Iphan, para pesquisas sobre tradições afrodescendentes no Brasil. 

Após todos os processos de preparação e formalidades, começou ser constrído já em 2014, um arquivo com mais de 1000 páginas em dados sobre pessoas, locais, estruturas, fazeres, cantos, danças, músicas, rezas, adornos e acessórios, entre outras informações que foram aplicadas nas fichas de INRC - Inventário Nacional de Referências Culturais, coordenadas pelo historiador Odair Paula.  O trabalho também rendeu um acervo com mais de 5000 fotos, feitas pelo fotógrafo Danilo Duvilierz, que registrou além das celebrações, instrumentos e adornos usados pelos grupos tradicionais envolvidos na pesquisa, monstrando a identidade individual de cada agremiação: cores, formas, acessórios entre outros detalhes. Em paralelo, outro acervo, dessa vez em audiovisual, com mais de 200 horas de entrevistas e detalhes de celebrações como a Coroação do Rei do Congo, Festa de São Benedito, Entrada dos Palmitos e Domingo de Pentecostes deu orígem ao filme documentário "Reinado de Congos de Mogi das Cruzes" que apresenta o relato de mestres e dançantes, entre eles o Mestre Silvio Antônio de Oliveira, que faz um contraponto com as falas dos pesquisadores Odair Paula e Jurandyr Campos. Todo processo de filmagens foi desenvolvido pelos cinegrafistas Jamesson Santana, Peu Pereira, Evandro Maia e Elias Mingoni, que também foi o responsável pela edição final pela Mandacaru Produções, e ainda com a assistência de Lúcia Diniz e Kátia Oliveira.   

 

      

A equipe de trabalho foi montada em fases diferentes, de acordo com cada etapa a ser executada: Déo Miranda: Supervisor / Odair Paula: Coordenador Técnico Pesquisadores Assistentes: Eliete Teixeira, Jurandyr Campos e Caio Csermak / Assistente Administrativa: Rose Meusburger / Cinegrafistas: Jamesson Santana, Peu Pereira, Evandro Maia e Elias Mingoni / Assistentes de Produção: Lúcia Diniz e Kátia Oliveira e Rita Bonfim / Detentores: Ilazir Maria Sales (Dona Zizi), Luciene Oliveira, Marina Gama, José Paulino (Tio Zeca), Sidinéia do Santos, Laudelia Souza (Dona Lurdes), Gislaine Afonso (Laine), Silvio Antônio de Oliveira e José Antônio Tavares (Zé Tavares)    

DOCUMENTÁRIO

SINOPSE: Os registros mais antigos do Congado em Mogi das Cruzes datam de fins do século XIX, presente em celebrações realizadas em capelas situadas na zona rural do município. Na década de 1930, o Congado aparece ligado às celebrações do Divino Espírito Santo, conforme se verifica no trabalho fonográfico realizado por Mário de Andrade, Claude Lévi-Strauss e Dina Lévi-Strauss. A partir da década de 1950, com o fluxo migratório atraído pelo desenvolvimento industrial local, o Congado mojiano pré- existente passou a ter forte influência dos reinados vindos de Minas Gerais, especialmente da região de Conselheiro Lafaiete e Carandaí. Aqui, mestres e dançantes de antigas famílias de congadeiros e moçambiqueiros se encontraram, se reconhereceram e se misturaram, absorvendo e incorporando as tradições e os costumes que foram chegando, retribuindo com suas raízes mais profundas, dando início a um processo de renovação de uma expressão cultural que perdura e se tornou representativa da região paulista, particularmente aqui do Alto Tietê. O filme é um relato sobre a história, dificuldades e conflitos, que foi dado por personagens que viveram essa história, e por seus herdeiros de tradição e sangue, que hoje são responsáveis pela continuidade de tudo que seus antecessores começaram, há bem mais de um século.

EQUIPE TÉCNICA

Galeria do Fotos

Arte de Capa - DVD

TEASER OFICAL

O filme Reinado de Congos de Mogi das Cruzes, que será dispónibilizado em DVD e posteriormente para download gratuito é um dos produtos culturais produzidos como resultado do projeto. Em pouco mais de 1 hora, relatos de congadeiros e pesquisadores, ilustrados com imagens de celebrações revelam as histórias e os conflitos que envolvem esta manifestação tradicional.  

Direção: Déo Miranda

Edição Final: Elias Mingoni